Publicidade - OTZAds

Análise do teclado Razer BlackWidow V3

Vamos admitir: Nos últimos anos temos visto como gamers e também os não gamers são seduzidos pelos encantos dos teclados mecânicos, inclusive pelas novas construções em uma escala menor, com formados de apenas 60% ou até mesmo 40% do tamanho tradicional.

Mas o padrão não será alterado tão cedo…

Embora esta tendência esteja cada vez mais presente nos usuários de computador, os teclados completos estão longe de sair de moda e entre eles um dos modelos que ainda reina absoluto é a linha BlackWidow da Razer, o modelo que iremos analisar agora é o modelo V3.

Antes de sair teclando igual uns loucos, fizemos uma transição de um teclado mecânico da marca Corsair, já que estávamos habituados a utilizar teclados mecânicos.

No caso dos teclados mecânicos, para os usuários iniciantes pode parecer complicado escrever um parágrafo inteiro sem esbarrar em outra tecla ou ainda, sem ter que utilizar a tecla backspace mais do que o comum.

Publicidade - OTZAds

Inclusive para nós que já tínhamos algum costume…

Acontece que a separação das teclas que permite um teclado completo como o Razer BlackWidow V3 e o quanto será confortável a digitação, são os switches verdes que acompanham a versão testada.

Eles se saíram muito bem para que a digitação fosse mais fluída.

Apesar da sua resistência ao clique, eles são muito suaves tanto para jogos quanto para a digitação: você consegue sentir um conforto ao digitar.

Para os mais sensíveis ao barulho da digitação dos teclados mecânicos, há também outras opções de switches. Podemos citar as cores laranja e amarelo da própria Razer, ambos preparados para fazer menos barulho do que os de cor verde, mas com diferentes sensações ao toque.

Análise do teclado Razer BlackWidow V3

Visualmente temos um produto que obviamente não perde a oportunidade de usufruir da tecnologia Razer Chroma RGB presente em quase todos os produtos da marca.

Isso significa que as tecla ABS de dupla injeção são auxiliadas pelo invólucro transparente dos interruptores para permitir a passagem da iluminação LED altamente personalizável.

Publicidade - OTZAds

Justamente porque queremos que esse detalhe brilhe bastante, até porque não é nada fácil visualizar as teclas com a iluminação desligada.

Mas se você procura por um teclado sem RGB, provavelmente não irá comprar um Razer.

Quanto a customização citada acima, ela fica a cargo dos programas Razer Synapse e o Chroma Studio, que são capazes de proporcionar cores personalizadas aos periféricos Razer, inclusive a possibilidade de sincronizar os efeitos de luzes entre eles.

Neste caso, podemos personalizar cada uma das teclas do teclado com todos os tipos de cores, efeitos e movimentos para transformá-lo em uma viagem LSD.

Também podemos criar personalizações sóbrias que servem apenas para iluminar as teclas, mas fique atento: qualquer personalização realizada será em vão se o programa Synapse não estiver instalado e rodando em segundo plano.

Por enquanto o que esperávamos da terceira versão deste teclado não deixou nada a desejar, se provando muito confortável e eficiente para quase qualquer tipo de uso que pudemos testar.

No entanto existem alguns pontos chave que o torna diferente das versões anteriores e também dos seus concorrentes.

Neste caso estamos falando do sistema desenvolvido para as funções de multimídia, que é algo diferente do que a Razer já havia fabricado. (Embora já existam no mercado teclados que utilizam esta barra…)

Razer BlackWidow

No canto superior direito, temos um rolo horizontal que podemos girar e pressionar junto com um único botão circular.

A combinação dos dois pode trazer infinitas combinações graças ao programa Razer Central, que também permite que você altere a função de cada uma das teclas do teclado, de acordo com o seu gosto pessoal.

Por padrão, a função desses botões de multimídia é aumentar e diminuir o volume girando o rolo horizontal, bem como silenciar e retomar o som no sistema Windows.

Publicidade - OTZAds

Ele também permite que você pause e dê play em um vídeo ou uma música com apenas um toque, avançar para a próximo com dois toques ou retornar para a anterior com três toques.

Como dissemos acima, há infinitas possibilidades de customização, como por exemplo aumentar e diminuir o zoom da câmera em um jogo de estratégia.

A solução da Razer para economizar um pouco de espaço foi aprovada e tem um acabamento excelente.

No geral, o Razer BlackWidow é a experiência clássica de um teclado totalmente mecânico, com todas as vantagens que um produto Razer oferece a nível de personalização e materiais.

O que peca é o fato das teclas ficarem praticamente ilegíveis quando o RGB está totalmente desligado.

  • Os switches verdes na versão que testamos, embora barulhentos, são confortáveis.
  • Várias opções de personalização
  • Bom aproveitamento do espaço com a inclusão da barra multimídia
  • Sem RGB, a visualização das teclas fica comprometida
  • O apoio de pulso, embora se conecte magneticamente, poderia ter algum tipo de encaixe fixo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *